Engenharia Civil

            O objetivo do curso é formar um profissional competente, atualizado, capaz de desempenhar atividades de supervisão, coordenação, orientação técnica, assistência, assessoria, consultoria, direção, condução e fiscalização de obras e serviços técnicos, vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo, parecer técnico, etc. Para tanto, é missão do curso inserir no profissional um espírito crítico, adquirido a partir do conhecimento teórico e da experiência, capacidade de absorção das novas tecnologias adaptadas à realidade regional e à consciência de tomar decisões no sentido de buscar uma sociedade mais justa.

Laboratórios:

Laboratório de Saneamento Ambiental - Labosan
 
           O Laboratório de Saneamento Ambiental (Labosan) conta com uma área atual de 200 m2, possuindo boa infra-estrutura para realização das mais diversas análises físicas, químicas e microbiológicas de água, esgotos e biossólidos, além de testes de ecotoxicidade com Daphnia magna. Na parte de pesquisa estão atualmente sendo realizados experimentos financiados pelo CNPq, CAGECE e Funcap, nas áreas de:
- Tratamento de esgotos domésticos, industriais e de lixiviado.
- Reúso de esgotos sanitários tratados em irrigação e piscicultura.
- Avaliação de desreguladores endócrinos e fármacos em matrizes ambientais.
- Ecossaneamento.
- Digestão anaeróbia de resíduos energéticos.
- Aplicação de testes de ecotoxicidade para efluentes domésticos e industriais.
- Remoção de poluentes prioritários da cadeia do petróleo, etc.

            Em relação à prestação de serviços, o laboratório mantém estreita relação com vários órgãos estaduais como a CAGECE, ARCE, Funasa, entre outros, além de oferecer serviços para empresas públicas e particulares nas áreas de: Análise de potabilidade de água, Caracterização físico-química e microbiológica de esgotos domésticos e industriais, Análise de água com vista ao reúso, Testes de ecotoxidade, etc.

 

Seção Laboratorial de Qualidade de Água - SELAQUA
            Foi instalado, em 2005, o laboratório SELAQUA para análises de água para consumo humano. As instalações físicas desta unidade laboratorial encontram-se separadas do LABOSAN para evitar problemas de contaminação.
            Objetivos:
- proporcionar condições para a execução de projetos dentro da linha de pesquisa: Tratamento de águas residuárias e de abastecimento;
- promover intercâmbio técnico-científico com outras instituições e segmentos da sociedade;
- procurar dar subsídio técnico a trabalhos de pesquisa do Curso de grupos de trabalho da Universidade;
- incrementar o número de unidades laboratoriais disponíveis para aulas na UFC;
- promover ações de extensão, como a prestação de serviços em questões de biossegurança para proteção dos laboratoristas, do produto e do meio.


Laboratório de Mecânica dos Solos e Pavimentação
            As atividades do laboratório são dividas em três tópicos:

Atividade de ensino
            Preparação e realização de aulas práticas da disciplina de Mecânica dos Solos do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental e Ensaios de laboratório direcionados para Pavimentação do Departamento de Engenharia de Transportes. Exemplo de alguns ensaios: Ensaio de Amostragem, Ensaio de granulometria, Ensaio de Compactação e outros.

Atividades de Pesquisa:
            Alguns exemplos de atividade de pesquisa são:
- Introdução de Aula Prática de Ensaios de Resistência ao Cisalhamento Triaxial;
- Ensaios de Resistência Triaxial em solos Residuais de Gnaisse, do nunicípio de Gauiúba/CE;
- Comparação entre resultados de ensaios de sondagens SPT e CPT, realizados na Barragem do Castanhão, município de Alto Santo/CE;

Atividades de Extensão
O laboratório presta serviços de consultoria e realiza ensaios para o Mercado sempre que solicitado pelas empresas interessadas. Alguns exemplos são:
- Participação no curso de Reciclagem em Ensaios de Solos e Materiais Betuminosos da Prefeitura Municipal de Fortaleza;
- Ensaios de Infiltração no município de Quixadá;
- Ensaios de compactação para Construtora Granito.

 

Laboratório de Materiais de Construção:
            Esse laboratório trabalha sobre o tripé da universidade: Ensino, Pesquisa e Extensão.
            No ensino, ele dá suporte à graduação e ao mestrado, possibilitando aulas práticas, que aprimoram a formação do aluno quanto aos ensaios feitos com os materiais.
            Na pesquisa, ele possibilita o recolhimento de dados (resistência à compressão, resistência à tração, módulo de elasticidade...), que são fundamentais ao fazer-se a análise de um determinado material de construção.
            Na extensão, que é a área em que ele mais atua, dá suporte à indústria da construção civil do Ceará, proporcionando o espaço para serem feitos ensaios com materiais de construção.Ex.: Ensaio de compressão de bloco cerâmico para alvenaria estrutural.

 

Grupo de Pesquisa em Trânsito, Transporte Público e Meio Ambiente - GTTEMA
           O GTTEMA - Grupo de Pesquisa em Trânsito, Transporte Público e Meio Ambiente foi formado em 1998 para consolidar as atividades de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidas no âmbito do DET/UFC, e do Programa de Mestrado em Engenharia de Transportes - PETRAN/UFC, voltadas para a solução da problemática do trânsito urbano e dos transportes públicos no Ceará e Região Nordeste. Os trabalhos desenvolvidos pelo grupo têm enfocado, principalmente, aspectos relacionados à gerência e controle do tráfego urbano, assim como à gestão e operação do Sistema de Transporte Público de Passageiros e suas interfaces com o meio-ambiente. Dentre as atividades de pesquisa já desenvolvidas, pode-se destacar a participação do grupo em dois projetos do Programa RECOPE/FINEP, no período 1998/1999, assim como na coordenação da RedeTRAFEGO, rede de pesquisa cooperativa com outras 6 instituições públicas de ensino (UnB, UFRGS, USP, UFPE, UFRJ e UEM), constituída com o objetivo de realizar o projeto "Avaliação da Qualidade do Tráfego e da Circulação nas Vias Arteriais Urbanas Brasileiras", financiado pelo Edital CNPq 2002 CT-Transportes. Dentre os projetos desenvolvidos mais recentemente, destacam-se: "Diagnóstico do Sistema Urbano de Tráfego e Transportes de Fortaleza com o Uso da Análise Espacial", financiado com recursos do CNPq, e "Plano Diretor e Operacional do Transporte Intermunicipal de Passageiros do Estado do Ceará", em parceria com o DER-CE. Atualmente, está em andamento, dentre outros projetos envolvendo alunos e professores do Programa de Mestrado em Engenharia de Transportes (PETRAN/UFC), a pesquisa "Modelagem do Tráfego Veicular na Malha Viária Urbana de Fortaleza", dando continuidade à parceria de pesquisa e formação de recursos humanos de mais de 10 anos com os órgãos gestores do trânsito de Fortaleza: DETRAN-CE, ETTUSA e, desde 2000, AMC.